Novidades
Home / Saúde / JEJUM INTERMITENTE – Emagreça com saúde

JEJUM INTERMITENTE – Emagreça com saúde


E você não esta conseguindo emagrecer apesar de fazer aquele sacrifício seu corpo continua a mesma coisa? Não desanime comigo já aconteceu isso também, mas ai conheci o JI e ai já se foram 6 kg em 3 para 4 semanas. É importante ter em mente que não existe milagres e que se você tiver foco e souber o que quer vai conseguir. Foque em três coisas JEJUM, MUITA ÁGUA E ATIVIDADE FÍSICA, fazendo isso não tem erro.

Uma dica é 2 refeições na janela de 8 horas de alimentação e 3 dias de atividade física com foco em definição (peça orientação na academia). Nos dias de treino (musculação) consuma mais carboidrato e menos gorduras e nos dias de descanso consuma mais gorduras e menos carboidratos. A maior parte do tempo em jejum é feita durante a noite, enquanto se dorme, o que é importante porque funciona como concerto na nossa fisiologia circadiana. Sono é o momento natural do corpo se desintoxicar, e reiniciar os hormônios metabólicos.

jejum-intermitente-mid

O que é Jejum Intermitente (JI)

Não se trata de mais uma dieta da moda e sim um estilo de vida. A palavra Jejum vem do latim “seco, vazio“, ou seja, é a privação total ou parcial dos alimentos durante um certo tempo. E a palavra Intermitente também sua sua origem do latim que significa “o que ocorre em interrupções de tempo; que cessa e recomeça por intervalos“. Com isso entendemos que esse estilo de vida alterna períodos de jejum com períodos de alimentação, durante o nosso dia.

O JI é algo muito antigo na vida dos seres humanos, verificamos isso claramente em algumas religiões como Budismo, Islamismo, Cristianismo e etc) e muito anterior a isso nos primórdios, nos tempos das cavernas não existia alimentos com tanta fartura como hoje em dia, era tudo muito escasso e só comíamos quando estávamos com fome e ainda tínhamos que coletar frutas e folhas ou caçar  animais. Muito diferente dos dias atuais que comemos de 3 em 3 horas muitas vezes até sem fome só por ter o alimento na geladeira pertinho de nós de fácil acesso.

Como o (JI) age em nosso corpo

Quando jejuamos em um primeiro momento nosso organismo altera os níveis hormonais para consumir a gordura armazenada em nosso corpo como fonte de energia para as células. Um dos principais hormônios como o GH (hormônio do crescimento) se eleva muito chegando a ter picos de até 5 vezes mais do que o normal. Que nos traz os benefícios esperados por nos que queremos emagrecer que é a queima de gordura e o ganho de massa magra (muscular). Aumenta também a produção de BDNF (proteína capaz de proteger, regenerar e estimular a produção de novos neurônios) e também estimula a NRF2 que é o maior antioxidante que temos no organismo, ou seja, o JI é o melhor DETOX que existe. Sem falar na INSULINA que ao contrário do GH tem seus níveis drasticamente reduzidos em nosso sangue permitindo que a queima de gordura seja aumentada.

Ocorre ainda uma limpeza em nosso organismo (AUTOFAGIA) onde consumimos menos alimentos, menos excreções as células produzirão, consequentemente menos materiais tóxicos em nosso corpo. E para ajudarmos nessa limpeza devemos beber muita água para que ela funcione lavando todo esse excremento das células de uma maneira mais eficiente, pois essas proteínas velhas podem desenvolver inclusive o temível câncer.

Vale uma observação, que em MULHERES o jejum no início deve ser de 12 horas com 12 horas de alimentação, sentindo que esta tudo bem aumente gradualmente para o organismo ir se adaptando, pois pode haver mulheres com fadiga adrenal ou histórico de desordem alimentar.

O que ganho fazendo JI

Existem diversos estudos que comprovam que a mudança de estilo de vida com o JI é uma poderosa ferramenta que as pessoas podem usar para auxiliar na perda e controle de peso e na melhora da qualidade da saúde do corpo e da mente, pois há relatos que ao iniciar o JI muitos sentiram até clareza mental, melhorando a concentração e diminuindo os sintomas da depressão e da ansiedade.

Foi verificado muitos benefícios no emagrecimento, controle do colesterol e insulina, controle de inflamações, prevenções de doenças como câncer e até agindo como anti-idade.

Uma pesquisa realizada em 2015 nos mostra que o JI reduziu o índice de gordura das pessoas envolvidas em média 10% em um período de 2 meses e ainda 5% de medida na cintura reduzindo a quantidade de gordura visceral que é a gordura mais perigosa e o melhor de tudo, emagrecer com saúde. Garantindo que o JI é um excelente, senão o melhor método de emagrecimento atualmente.

Além da economia de tempo, outro benefício evidente do jejum é a economia de dinheiro. Mas, se você está economizando, alguém está deixando de ganhar, certo? Outra coisa super importante é o JI não diminui ou desacelera o metabolismo e nem mesmo causa catabolismo.

Como é o método JI

O JI é baseado em protocolos, onde divide seu dia ou semana em janelas, onde há momentos onde você não come nada (só bebe água, chá e café sem açúcar, a cafeína ajuda na supressão do apetite e torna tudo mais fácil) e momentos onde você pode comer livremente. Isso pode significar restringir a 2 refeições por dia – dentro de uma janela de 8 horas. Por exemplo, às 12h e às 20h. Alternativamente, algumas pessoas escolhem jejuar por 24h uma ou duas vezes por semana. Um pequeno lanche de gorduras ou proteínas pode ser usado para aliviar a fome.

Quando feito apropriadamente, o jejum intermitente provê desintoxicação. Você deve experimentar um apetite aumentado no café da manhã, e melhor controle glicêmico. Ele pode resultar na perda de 0.5 a 1kg por semana, particularmente ao redor da cintura. Vamos aos protocolos mais conhecidos e mais utilizados com sucesso.

Protocolo de 12 horas – exige o jejum todos os dias por 12 horas, restringindo a sua “janela de alimentação”, diariamente em 12 horas. Dentro da janela da alimentação, você pode encaixar duas ou três refeições.

Protocolo de 16 horas – exige o jejum todos os dias por 16 horas, restringindo a sua “janela de alimentação”, diariamente em 8 horas. Dentro da janela da alimentação, você pode encaixar duas ou três refeições. Por exemplo, não comer nada depois do jantar e pular o café da manhã almoço. Se você terminar a sua última refeição às 20h e não comer nada até ao meio-dia do dia seguinte, então você já estaria tecnicamente em jejum por 16 horas.

Protocolo de 24 horas – envolve comer normalmente 5 dias da semana, enquanto a restrição de calorias entre 500 seja obedecida em dois dias da semana. Por exemplo, você pode comer normalmente em todos os dias, exceto nas segundas-feiras e quintas-feiras, quando você comer duas pequenas refeições, de basicamente 250 calorias por refeição para mulheres e 300 para os homens.

Cafeína… Um café na hora certa elimina o apetite e aumenta os benefícios de um jejum: estimula o metabolismo, suprime o apetite, aumenta os níveis de energia, melhora a concentração e aumenta a queima de gordura. A recomendação é beber dois cafés grandes ao longo do jejum e a evitar o consumo fora do jejum. Quanto menos tomar, mais vai sentir os efeitos.

Atenção para:

  • Gestantes, lactantes e mulheres que estejam tentando engravidar;
  • Crianças (não é recomendado praticar jejum);
  • Diabéticos em tratamento medicamentoso ou em uso de insulina;
  • Pessoas em uso de medicações controladas;
  • Pessoas com insônia (não que seja proibido, mas a dificuldade de se fazer jejum será maior);
  • Pessoas com infecções crônicas sérias (em alguns casos há melhora, provavelmente por conta da economia de energia dos processos digestivos e pela ativação da autofagia);
  • Água de coco tem açúcar;
  • Se for suplementar no jejum verifique se não tem calorias;
  • Pessoas que apresentam fadiga crônica ou fadiga adrenal.

Muitas pessoas estão tendo sucesso e bons resultados com os protocolos de jejum intermitente acima. Se você esta lendo o texto até aqui é por que deseja muito alcançar um corpo mais magro e saudável. O jejum intermitente não é para todos. Não é algo que qualquer um precisa fazer, é apenas mais uma ferramenta útil para algumas pessoas. Algumas constatações também acreditam o jejum intermitente pode não ser tão benéfico para as mulheres como para os homens e também pode ser uma má escolha para as pessoas que são propensas a distúrbios alimentares. Não é possível se dar ao luxo de comer besteiras durante as janelas de alimentação e esperar a perda de peso, ou uma melhoria da saúde. As calorias contam e a qualidade dos alimentos ainda é absolutamente crucial.

por Redação

ATENÇÃO:
O site Mulheres Inesquecíveis Determinadas não fornece aconselhamento médico, diagnóstico ou tratamento. Todos os conteúdos são meramente informativos. Procure sempre um profissional da área para fazer um diagnóstico e posteriormente o tratamento adequado.

Comentários

Veja também

23 motivos para você consumir GENGIBRE regularmente

Já falamos do GENGIBRE em outras matérias, mas essa raiz é tão poderosa que vale …