Novidades
Home / Dicas de Saúde / 5 dicas para amenizar a FIBROMIALGIA

5 dicas para amenizar a FIBROMIALGIA


Caracterizada por ser uma síndrome de dor crônica e fadiga profunda que debilitam a todos que sofrem desse mal. Se você quiser se aprofundar no assunto veja a matéria completa no link FIBROMIALGIA. E como não existe uma cura no meio acadêmico e cientifico só nos resta usarmos maneiras já descobertas de amenizarmos os sintomas. Por isso trouxemos então 5 dicas para aliviar essas dores e melhorar o estado fadigante nos dias mais difíceis.

fibromialgia-5-dicas-amenizar-a-dor-mid

As dicas abaixo são as mais recomendada por grau de eficiência que se verificou em que já foi diagnosticado com essa síndrome e teve resultados positivos de melhora:

1. Atividade física – Vários relatos em consultórios que após o paciente iniciou a se exercitar e principalmente academia teve uma melhora significativa das dores e demais sintomas. Mas cada paciente tem que buscar a atividade que mais lhe dar prazer em pratica-la e dentro de suas limitações. Tenha em mente que quanto mais parado estiver, mais dor irá sentir. As dores no início irão piorar, assim como qualquer pessoa que estava ociosa e começa a se exercitar, mas depois sentirão uma grande melhora. A regularidade das atividades deve ser regular e no mínimo 3 vezes por semana.

2. Alimentação – Ficar atento a alimentos que sejam inflamatórios como glúten (derivados da farinha), álcool, comidas industrializadas, etc… Geralmente se indica que o paciente faça uma suplementação de proteínas, cálcio,  ferro, triptofano, magnésio, manganês e vitaminas do complexo B devido aos efeitos colaterais dos medicamentos que são indicados para amenizar as dores. Se alimente de comida de VERDADE: frutas, legumes, verduras e carnes. Se informe também sobre dieta cetogênica que pode te ajudar bastante.

3. Acupuntura – Essa terapia tem se mostrado muito eficaz na redução da dor e pelo relaxamento que ela proporciona ao paciente. A técnica é aplica em terminações nervosas específicas que estimularão o aumento da produção de serotonina e endorfina no sistema nervoso central. E essas substâncias atuam como um forte analgésico contra a dor e ainda auxilia no controle emocional, melhorando o seu efeito antidepressivo e anti-ansiolítico, possibilitando a regularização do sono e a diminuição da fadiga excessiva.

4. Descanso – Diariamente procure um lugar tranquilo, acomode-se confortavelmente e tente relaxar. Faça exercícios de respiração associado a meditação limpando a mente o máximo possível do turbilhão de informações que invadem nossos pensamentos. Esse momento deve estar na sua agenda para ser feito todos os dias de preferência nos mesmos horários. Isso irá deixar seu corpo descansado e fortalecerá seu organismo. Lembre-se sempre de manter a mente sempre ocupada com pensamentos positivos, pois “uma mente sã num corpo são“.

5. Evitar estresse – A pesar da causa da FIBROMIALGIA ser desconhecida, sabe-se que os níveis de serotonina são bem reduzidos em pacientes com essa síndrome diagnosticada que podem ter sido desencadeada devido ao cansaço, estresse e tensão do dia a dia no trabalho, relacionamento, etc… Existe uma teoria que diz o seguinte “uma alteração crônica do sistema nervoso autônomo pode danificar os nervos que transmitem a dor e, assim, aparecer a fibromialgia”, isso reforça que a pesar de ser difícil nos dias de hoje, mas é necessário se livrar do estresse e ter a “cuca fresca”.

Espero que possa ser útil a todos que sofrem dessa síndrome e caso alguém tenha uma dica que possa ajudar a quer vier ler essa matéria será de muita ajuda, pois todos juntos somos mais fortes.

por Redação

Comentários

Veja também

Se SURPREENDA com o poder da FOLHA DE GOIABA

Bem, quem não conhece ou já comeu GOIABA, né? Essa fruta com cheiro e paladar …