Novidades
Home / Saúde / HERPES – Não se engane pela aparência! [DST]

HERPES – Não se engane pela aparência! [DST]

Saiba tudo sobre essa doença silenciosa

Provavelmente você já ouviu falar em Herpes, mas, ainda tem muitas dúvidas sobre esse problema. Então, é sobre isso que irei tratar neste artigo. Continue acompanhando a leitura e descubra todos os detalhes sobre o que é, causas, quais os tipos, sintomas, como realizar o tratamento e algumas complicações.  Não se deixe enganar pela aparência saudável.

O que é herpes simples?

Herpes é uma infecção viral que pode aparecer como ferida nos lábios ou na região dos órgãos genitais. Em outras regiões também é possível, mas isso ocorre com menos frequência.

Herpes

Causas

O vírus do herpes simples ocorre através do contato direto com outras pessoas que tenham a doença. Não é necessário que a lesão esteja ativa para ocorrer à infecção.

Por meio dos objetos pode existir a contaminação, mas é muito incomum isso acontecer.  O tempo para a ferida aparecer após o contaminação do vírus é de duas semanas.

Herpes simples é causada pelo vírus dos herpes humanos, conhecidos por HSV-1 e HDS-2. Caso você tenha um bom sistema imunológico, as lesões podem demorar muito a aparecer, por isso que costumamos falar que é silenciosa.

Dois tipos de herpes simples:

  • Herpes simples HSV-1

Esse vírus é o mais comum na população, suas feridas aparecem na região da boca, da face e dos lábios. Geralmente as feridas vêm em forma de aftas, infecção nos olhos e pode até infeccionar o revestimento do cérebro. A transmissão é feita através da saliva já contaminada.

  • Herpes simples HSV -2

Esse vírus, já tem sua transmissão sexualmente, provocando feridas e coceiras genitais. Porém, assim como a herpes simples HSV-1 muitas pessoas não apresentam qualquer sintoma e pode acontecer no contato de boca ou órgão genital.Fases Herpes Labial

Sintomas

Listei abaixo alguns dos sintomas que a herpes simples pode causar:

  • Bolhas, aftas, úlcera
  • Nódulos no pescoço e virilha
  • Herpes na boca
  • Febre
  • Coceira e lesões nas genitais

Fatores de Risco

O maior risco de infecção por HSV-1 acontece na infância quando as crianças não têm condições básicas de saneamento. Em adultos, a infecção é menor porque já possuem um organismo mais resistente.

O vírus HSV-2 ocorre de maneira sexual, entrando na categoria de DST (Doença Sexualmente Transmissível), neste caso o alvo são os adultos.

Nos dois casos, estar em contato com uma pessoa que já foi diagnosticada aumenta o risco da infecção.


Qual especialista pode diagnosticar a herpes simples?

  • Clínica médica
  • Infectologia
  • Imunologia
  • Dermatologia
  • Urologia
  • Ginecologia

Procure um médico

Procurar um médico o mais rápido possível pode evitar maiores riscos.

Separamos alguns pontos para que você vá ao médico com algumas informações que vai ajudá-lo no diagnóstico.

  • Leve uma lista com todos os sintomas e sinais
  • Histórico médico

Algumas perguntas virão:

  • Já teve algum diagnóstico de herpes antes?
  • Teve relações sexuais sem camisinha?
  • Quando os sintomas surgiram?
  • Qual a intensidade de seus sintomas?
  • Você já foi diagnóstico com alguma outra condição médica? Qual?

Tratamento

Em alguns casos, a herpes é fraca e não necessita de tratamento, apenas por meio de medicamento tópicos, ou seja, pomadas.

Mas existem casos em que os aparecimentos das feridas são muito profundas e é necessário que a pessoa faça uso de medicamentos diariamente, além de reforçar o seu sistema imunológico com suplementos vitamínicos e uma alimentação a base de frutas e verduras.

Fases Herpes Labial

Medicação

Não estou querendo induzir a automedicação, apenas irei citar algumas pomadas que são usadas no tratamento, mas, sem deixar de lado a importância de consultar um médico e fazer os exames necessários para o melhor resultado da situação.

As pomadas para herpes labial possuem propriedade antiviral que é capaz de eliminar o vírus Herpes, facilitando a cicatrização do lábio. Algumas pomadas para herpes são:

  • Aciclovir
  • Interferon
  • Fanciclovir
  • Cetoconazol

A pomada para herpes labial deve ser utilizada entre 3 a 4 vezes por dia, até que a ferida cicatrize completamente. Geralmente, o tratamento com pomada para herpes labial dura cerca de 7 dias, sendo que a dor pode deixar de se manifestar a partir do 2º ou 3º dia.

Além disso, o indivíduo pode ainda utilizar um remédio analgésico, como o Paracetamol, por exemplo, para diminuir a dor e o desconforto.

Complicações

Caso a herpes não seja tratada de forma correta algumas complicações podem ocorrer:

  • Erupção variceliforme (herpes espalhada pela pele)
  • Encefalite
  • Infecção do olho
  • Infecção da traqueia
  • Meningite
  • Pneumonia
  • Infecção prolongada grave em indivíduos imunossuprimidos

Prevenção

A prevenção é difícil, pois o vírus pode ser espalhado mesmo que a pessoa não esteja com nenhum sintoma aparente. Evite sempre o contato com pessoas que estejam com a lesão ativa.

As pessoas que possuem herpes na região genital devem evitar a relação sexual caso haja lesões ativas. A prática mais segura também é o uso da camisinha.

Caso esteja com as lesões ativas, é necessário que você não fique em contato com nenhuma criança nem recém-nascido, pois são pessoas que estão no quadro de sistema imunológico baixo.

Veja um artigo muito interessante abaixo:

Glúten tratamento, sintomas e causas

Este artigo foi útil para você? Curte, comenta e compartilha a experiência com outras pessoas!

 

Redação: Bethania

Comentários

Veja também

Clareamento Dental Caseiro

Clareamento DENTAL CASEIRO – Dicas para acabar com os dentes amarelos

O nosso sorriso é como a fachada da nossa casa. Quanto mais limpa e bonita, …